Ministra da Cultura abre 6º Fórum Nacional de Museus hoje (24) em Belém

A movimentação do primeiro dia: credenciamento, minicursos e abertura oficial

A movimentação do primeiro dia: credenciamento, minicursos e abertura oficial

Na noite de hoje (24) a ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, participa da abertura oficial da sexta edição do Fórum Nacional de Museus (FNM), em Belém (PA), ao lado do presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Angelo Oswaldo, do secretário de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Marcos Andre Rodrigues, e de autoridades locais.

A cerimônia começa às 19h, no Hangar, e conta ainda com a entrega da Medalha do Mérito Museológico do Conselho Federal de Museologia (Cofem), a personalidades e instituições, a apresentação do violonista Salomão Habib e a primeira conferência do evento, ministrada por Angelo Oswaldo e Marcos Andre, com o tema Museus criativos: experiências e práticas inovadoras nos museus.

Ao longo do primeiro dia do FNM acontecem seis minicursos, a sequência da IV Teia da Memória, o encontro nacional do Programa Nacional de Educação Museal, o início do processo da votação para representantes de museus e memória no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC), além de reuniões paralelas. Confira a programação completa.

Na mesa de abertura, presidente do Ibram anunciou solução do Governo do Rio ao Museu da Maré

Na mesa de abertura da Teia da Memória 2014, o presidente do Ibram anunciou solução do Governo do Rio para o Museu da Maré

O evento bianual que congrega os setores de museus e memória teve sua primeira edição em 2004 e chega a 10 anos de existência neste ano, acontecendo pela primeira vez na região Norte. Saiba mais.

Teia da Memória 2014
Foi aberta neste domingo (23), no Museu Paraense Emílio Goeldi,  a IV Teia da Memória – atividade integra ao 6º Fórum Nacional de Museus.

O pontapé inicial do encontro, que durante três dias reúne representantes de Pontos de Memória e outras iniciativas de memória e museologia social de todo o Brasil, se deu com a mesa-redonda Reflexões sobre conceitos-chave da museologia social no contexto internacional. Leia mais.

O presidente do Ibram aproveitou a oportunidade para anunciar o resultado das conversas com o Governo do Estado do Rio de Janeiro para a continuidade do Museu da Maré.

A iniciativa pioneira de museologia social no Brasil vem resistindo a uma ameaça de despejo por conta do fim do contrato de cessão do terreno em que está localizado. O governo estadual deverá pedir a desapropriação da área em favor do museu.

O público que lotou o auditório do Museu Goeldi – um dos mais antigos do país, fundado em 1866 – assistiu ainda a apresentação lítero-musical do Grupo Abrapalavra, do Ponto de Memória Pompéu (MG).  Ao final, pode ainda acompanhar a atividade Trilha da MemóriaLeia mais sobre a abertura da IV Teia da Memória.

Textos e fotos: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days