Intervenção artística no Museu de Arte Religiosa e Tradicional (RJ)

Desde o dia 24 de maio, quem passar pelo Largo de Santo Antônio em Cabo Frio (RJ), endereço do antigo Convento de Nossa Senhora dos Anjos, hoje sede do Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Mart/Ibram), verá “formigas gigantes” subindo pelas paredes do monumento. São peças desenvolvidas pelo artista plástico Paulo Luis de Oliveira para a intervenção artística Formigas.

As peças ficam expostas até o dia 24 de junho e podem ser vistas a qualquer hora, tendo em vista estarem na faixada do prédio. A exposição é o resultado de parcerias que envolvem, além do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Cabo Frio, o Instituto Cultural Carlos Scliar e comerciantes da cidade.

As 70 formigas afixadas foram confeccionadas pelo artista e sua equipe com matérias-primas típicas da região: coco e palmeira areca bambu. Artista plástico há 30 anos, Paulo Luís começou a desenvolver a ideia há um ano e escolheu o tema pelas características de organização e trabalho das formigas.

Mas como se trata de uma intervenção, o objetivo final é provocar a curiosidade do público e a análise do tema sob os diversos enfoques, principalmente, relacionando-o à preservação do meio ambiente, cuja data mundial é comemorada no dia 5 de junho.

Por se tratar de um monumento reconhecido como patrimônio nacional, o trabalho de afixação das formigas nas paredes seguiu regras indicadas pelo Iphan e executadas pelo restaurador Alexandre Shichticas – reconhecido por trabalhados realizados em cidades históricas do Brasil e Europa.

Homenagem
As indagações geradas por Formigas entre o público podem ser variadas, mas para o curador José Antônio J. Mendes, a data de abertura da exposição foi escolhida em homenagem à Dolores Brandão Tavares, que foi funcionara do Mart por quase 30 anos e falecida em 25 de maio do ano passado. Outras informações pelo telefone (22) 2646.7340. Saiba mais sobre o museu.

Texto e foto: Divulgação Mart/Ibram.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days