Ibram quer mais museus abertos nos fins de semana

Quem deseja conhecer os museus brasileiros muitas vezes enfrenta um obstáculo curioso: grande parte deles não abre suas portas ao público nos fins de semana, quando a maior parte da população tem disponibilidade de tempo para este tipo de programa.

De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), apenas 55,5% das instituições que integram o Cadastro Nacional de Museus abre aos sábados. Aos domingos, este número é ainda menor: 43%. Uma realidade que começou a mudar na semana passada, quando o Ibram publicou portaria estabelecendo padrões mínimos para dias e horários de abertura das exposições dos museus administrados pelo órgão.

A Portaria 232 (confira na íntegra aqui) determina que as exposições que integram a estrutura do Ibram ficarão abertas ao público por períodos de no mínimo quatro horas aos sábados, domingos e feriados. Estabelece ainda que os museus estarão disponíveis para visita seis dias por semana, sem a necessidade de agendamento prévio. 

“A ideia é que os museus do Ibram sirvam de exemplo para os demais”, explica o presidente do Ibram, José do Nascimento Junior. “Esta medida vai qualificar melhor os museus e oferecer um melhor serviço à população”.

Os museus têm prazo de 30 dias para adequar suas estruturas aos novos horários de funcionamento. O período de abertura das exposições ao público não estará necessariamente vinculado ao funcionamento dos demais serviços oferecidos pelos museus, como bibliotecas. Atualmente, a estrutura do Ibram integra 31 museus espalhados por todas as regiões do país.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days