Ibram divulga os resultados da aplicação do Formulário de Visitação Anual – 2014

24.853.648. Este foi o número de visitas recebidas em 2014 pelos 883 museus que participaram da aplicação do Formulário de Visitação Anual (FAV) pelo Ibram. A pesquisa, aplicada pela primeira vez, é destinada a colher dados confiáveis e abrangentes sobre a frequência de público aos museus brasileiros e faz parte do projeto Museus&Público: Contagem.

Todas as regiões tiveram pelo menos um museu dentre os 100 mais visitados em 2014. Os resultados da pesquisa estão disponíveis na página do Ibram.

Previstos pelo do Decreto 8.124/2013, a coleta e o envio ao Ibram de dados anuais sobre visitação são considerados estratégicos para o desenvolvimento do setor de museus. Mais do que aferir o fluxo de visitação, a contagem de público pode indicar a necessidade de adequação dos serviços oferecidos e a ampliação da ação educativa, entre outras possibilidades.

A contagem de público é também essencial para o acompanhamento e o monitoramento de diretrizes, estratégias, ações e metas estabelecidas em políticas públicas, como as que constam no Plano Nacional de Cultura, Estatuto dos Museus e Plano Nacional Setorial de Museus.

O levantamento dos dados de 2015 já tem data definida. O FAV será aplicado de 1º de fevereiro a 29 de abril de 2016. É importante que o museu saiba antecipadamente quais serão as perguntas, organize as informações e esteja preparado para contribuir também com essa iniciativa. Leia mais sobre o Projeto Museus & Público.

Publicado em

3 comentários para “Ibram divulga os resultados da aplicação do Formulário de Visitação Anual – 2014

  1. Esse relatório que apresenta dados sobre a frequência de público considerou não só museus, mas também memoriais, centros culturais, enfim espaços culturais… Qual a proposta do relatório do IBRAM? Apresentar dados dos museus brasileiros?Ou apresentar dados das instituições culturais?

    • Prezada, Conforme o conceito internacional de museus estabelecido pelo Conselho Internacional de Museus, e ainda, em cumprimento à legislação brasileira (Lei 11.904/2009, denominada Estatuto de Museus), uma instituição pode vir a ser museu, independentemente de sua denominação. Isto quer dizer que um centro cultural, memorial, casa de cultura, casa de memória, etc pode ser considerado museu. Para isto a instituição deverá cumprir as funções museológicas básicas, que compreendem: a) a conservação de bens culturais de natureza material/imaterial ou ainda de bens naturais, b) a comunicação destes bens culturais/naturais e c) a produção de conhecimento a partir deles.

  2. Prezados, onde consultar o resultado da pesquisa de visitação anual 2015?
    Grata
    Conceição Wanderley

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days