Ponto de Memória Grande São Pedro (ES) discute plano de ação

Em reunião realizada na última semana, o conselho gestor do Ponto de Memória de São Pedro, em Vitória (ES),  tratou da elaboração de seu plano de ação, que apontará  questões como o tipo de museu e a memória que a comunidade pretende representar, além de discutir qual será o produto de difusão que marcará, em novembro deste ano, o lançamento do museu.

O encontro deu-se no Museu Manoel dos Passos Lyrio, conhecido na localidade como  Museu do  Pescador, e contou com a presença da equipe técnica do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC). Na ocasião, o conselho se comprometeu em buscar parcerias nas esferas públicas municipais e estaduais, tais como nas secretarias de cultura e turismo, para fortalecer o desenvolvimento de ações museais na região.

A Grande São Pedro abrange os bairros de São Pedro I, II, III, IV, Nova Palestina e Resistência, que são formados por ruas cujos nomes fazem alusão à história de luta local, como, por exemplo, Rua da Conquista, Rua da Revolução, Rua do Grito e Rua da Resistência. A localidade já foi um canteiro de obras, com ruas de chão batido e sede de um aterro sanitário. Atualmente reúne cerca 40 mil habitantes, com lideranças engajadas em movimentos comunitários e políticos.

Situada nas redondezas do mangue, tem como ponto turístico a Ilha das Caieiras, conhecida pelas desfiadeiras de siri e pelo pólo gastronômico, que reúne cerca de 20 restaurantes, que servem desde frutos do mar até a peculiar moqueca capixaba.

Fonte: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days