Fomento e Financiamento

Para o financiamento a projetos no setor museológico existem atualmente três alternativas principais: apoio direto realizado pelo Ministério da Cultura e suas vinculadas (através do Ibram) com recursos do Orçamento Geral da União (OGU); por meio de Emendas Parlamentares ao próprio Orçamento e por meio de Renúncia Fiscal por meio da Lei 8.313/91.

1.      O Ibram periodicamente publica Editais para fomento ao setor museológico. Ao lado, você encontra todos os editais já publicados pelo Instituto. São prêmios e chamamentos públicos para conveniamento cujas inscrições são feitas pelo sistema Salic Web do Ministério da Cultura. Caso tenha dúvidas, acesse o Manual para Inscrição Online em Editais.

2.      As emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União são discutidas geralmente entre 31 de agosto e 22 de dezembro de cada ano, quando o Congresso Nacional analisa a proposta orçamentária para o ano seguinte. Caso o parlamentar consiga incluir o projeto no orçamento, e havendo disponibilidade financeira, poderá ocorrer uma Transferência Voluntária da União com a celebração de um convênio ou instrumento congênere entre o beneficiário da emenda e o Ibram.

3.      A Renúncia Fiscal é prevista na lei 8.313/91 (Lei Rouanet) e consiste na apresentação de projetos a patrocinadores que poderão deduzir os recursos efetivamente aplicados do seu Imposto de Renda. Para tanto, o projeto deverá ser apresentado pela plataforma Salic encontrada pelo link Novo Salic, na página do Ministério da Cultura. Após ser analisado e aprovado, o projeto será autorizado a captar os recursos para sua execução. O projeto deve ser detalhado e possuir uma previsão fundamentada de todos os custos. Recomenda-se uma leitura das informações constantes neste link, onde se encontram  as informações necessárias para orientar na apresentação de projetos.

Perguntas Frequentes

Notícias Relacionadas

Os investimentos no setor museal, pela segunda vez consecutiva, ultrapassaram o valor de R$300 milhões. Os dados acabam de ser disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram e correspondem ao ano de 2015. Desde 2011, o Ibram empreende anualmente o levantamento dos investimentos públicos federais em instituições museais efetuados pelo governo federal por meio […]
Publicado em
O resultado final da edição 2015 do Prêmio Darcy Ribeiro foi publicado hoje (3) no Diário Oficial da União (DOU). Voltado para a valorização e reconhecimento de práticas e ações de educação museal, com foco no patrimônio cultural, o prêmio recebeu 51 inscrições no total. 26 das propostas foram examinadas pela comissão de seleção na […]
Publicado em
O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) abriu, na última quinta-feira (27), edital destinado à premiação de seis iniciativas de memória e museologia social desenvolvidas no Rio de Janeiro. O chamamento público em âmbito estadual objetiva apoiar ações da Rede de Museologia Social do Rio de Janeiro com o aporte financeiro de R$ 180 mil, incluídas […]
Publicado em
A 249ª reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou, entre os dias 4 e 6 de outubro, que museus e instituições de memória possam captar R$ 4.674.341,00 via Lei Rouanet – mecanismo federal de incentivo fiscal à cultura. O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), e outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC), […]
Publicado em
Estão abertas as inscrições para o Programa Banco do Brasil de Patrocínios 2017/2018, por meio de dois editais: “Edital de Patrocínio – Banco do Brasil” e o “Edital de Patrocínios – Centro Cultural Banco do Brasil”. Na modalidade Patrocínio – Banco do Brasil, as propostas selecionadas tem o objetivo de definir parte da programação de […]
Publicado em