Fomento e Financiamento

Para o financiamento a projetos no setor museológico existem atualmente três alternativas principais: apoio direto realizado pelo Ministério da Cultura e suas vinculadas (através do Ibram) com recursos do Orçamento Geral da União (OGU); por meio de Emendas Parlamentares ao próprio Orçamento e por meio de Renúncia Fiscal por meio da Lei 8.313/91.

1.      O Ibram periodicamente publica Editais para fomento ao setor museológico. Ao lado, você encontra todos os editais já publicados pelo Instituto. São prêmios e chamamentos públicos para conveniamento cujas inscrições são feitas pelo sistema Salic Web do Ministério da Cultura. Caso tenha dúvidas, acesse o Manual para Inscrição Online em Editais.

2.      As emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União são discutidas geralmente entre 31 de agosto e 22 de dezembro de cada ano, quando o Congresso Nacional analisa a proposta orçamentária para o ano seguinte. Caso o parlamentar consiga incluir o projeto no orçamento, e havendo disponibilidade financeira, poderá ocorrer uma Transferência Voluntária da União com a celebração de um convênio ou instrumento congênere entre o beneficiário da emenda e o Ibram.

3.      A Renúncia Fiscal é prevista na lei 8.313/91 (Lei Rouanet) e consiste na apresentação de projetos a patrocinadores que poderão deduzir os recursos efetivamente aplicados do seu Imposto de Renda. Para tanto, o projeto deverá ser apresentado pela plataforma Salic encontrada pelo link Novo Salic, na página do Ministério da Cultura. Após ser analisado e aprovado, o projeto será autorizado a captar os recursos para sua execução. O projeto deve ser detalhado e possuir uma previsão fundamentada de todos os custos. Recomenda-se uma leitura das informações constantes neste link, onde se encontram  as informações necessárias para orientar na apresentação de projetos.

Perguntas Frequentes

Notícias Relacionadas

Foi publicado, no último dia 13, o edital de chamamento público n° 01/2019 referente ao Prêmio Darcy Ribeiro 2019. Constitui objeto do edital a premiação de 10 (dez) práticas e ações de educação museal que por meio das diversas relações de mediação com os públicos, convidem à apropriação, em sentido amplo, do patrimônio cultural, valorizando-o […]
Publicado em
O Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) abriu processo seletivo para a escolha de projetos que visem à reparação de danos ao patrimônio cultural, consumidor, meio ambiente e outros. Publicado nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial da União, o processo seletivo destina-se às instituições estaduais e municipais. Serão aceitos projetos que solicitem apoio financeiro […]
Publicado em
Foi aberto na terça-feira ( 25), o Fundo Ibermuseus para o Patrimônio Museológico 2019, para apoio à proteção e valorização do patrimônio cultural da Ibero-América. Em 2019, os recursos do Fundo serão distribuídos em duas categorias: a primeira, destinada a ações preventivas, contemplará projetos de diagnóstico e planos de intervenção; e a segunda apoiará ações de […]
Publicado em
O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), a SITAWI e a plataforma Benfeitoria realizaram, na terça (4), um workshop gratuito para a apresentação do programa Matchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural. O objetivo da oficina foi divulgar e explicar a nova modalidade de financiamento do BNDES que pretende triplicar a arrecadação de […]
Publicado em
O Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) abriu, na segunda-feira (25), processo seletivo para a escolha de projetos que visem à reparação de danos ao consumidor, meio ambiente, patrimônio e outros. Nesta primeira fase, o processo seletivo destina-se apenas a entes federais, mas ainda neste semestre, serão convocadas instituições estaduais, municipais e organizações da […]
Publicado em