Gravura e Arte impressa: bienal reúne 96 artistas sul-americanos no MHN

Com a participação de 96 artistas da Argentina, Brasil, Chile e Peru, estará em cartaz no Museu Histórico Nacional (MHN), no Rio de Janeiro (RJ), entre os dias 25 de julho e 28 de setembro, a 1º Bienal Sul Americana de Gravura e Arte Impressa Rio/Córdoba. A abertura acontece no dia 24 de julho (quinta-feira), às 19h30, e tem entrada franca.

Artistas da Argentina, Brasil, Chile

Intercâmbio: artistas da Argentina, Brasil, Chile e Peru expõem no MHN

Promovida pela Gerardo Torres Produções Culturais, a bienal pretende constituir-se numa referência da gráfica artística sul-americana, refletindo um panorama atual de suas variadas formas expressivas, recursos técnicos de impressão e tendências.

Segundo o curador Gerardo Torres, para a seleção de artistas considerou-se que fossem artistas em atividade, com obras atuais e que em conjunto representassem a diversidade de linguagens e estilos, abarcando desde a geração dos anos 1960 até a atualidade.

O evento faz parte de projeto que busca desenvolver um “Corredor Cultural” entre a cidade argentina de Córdoba e distintas cidades do Brasil, canalizando, ainda, manifestações artísticas de outros países sul-americanos com o propósito de enriquecer as relações ibero-americanas em seu aspecto cultural.

Depois do Rio, a exposição será exibida no Museu Provincial de Bellas Artes Emilio Caraffa, em Córdoba. A exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h às 17h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 14 às 18h. Saiba como chegar ao MHN.

Texto e imagem: Divulgação MHN

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days