Eventos no Museu da República propõem novas perspectivas para o futebol

Até 20 de julho (domingo), o Museu da República, no Rio de Janeiro (RJ), sedia o Espaço Futebol para a Igualdade, evento que tem como objetivo principal mostrar que o futebol é um esporte capaz de transformar vidas e ajudar no desenvolvimento da sociedade, além de propiciar aos participantes e visitantes uma experiência única de vivenciar a prática esportiva.

A história do futebol no Brasil contada sob a ótica das mulheres está na exposição multimídia Mulheres em campo driblando preconceitos. São dezenas de fotos, vídeos e uma linha do tempo mostrando os contextos sociais e políticos, além das principais personagens que escreveram quase um século da história do futebol feminino no país.

Futebol_MuseudaRepublica_foto Adriano Facuri

Exposição e atividades sobre futebol seguem até dia 20 no Museu da República (RJ)

Jovens e crianças podem aprendem um novo jeito de jogar futebol, em grupos mistos e sem árbitro, em três mini-quadras montadas no jardim do museu, no espaço Futebol para um mundo melhor. O local também se destina a contar histórias de projetos sociais que utilizam o esporte como ferramenta para transformação social.

A ‘madrinha’ Marta
Debates, oficinas e exibições de filmes estão sendo realizados no espaço Trocando ideias, onde especialistas participam de discussões e oficinas para troca de experiências. Além da jogadora Marta, outros craques do futebol como Jorginho, Muralha, Petkovic e Raí já marcaram presença no evento.

O Espaço Futebol para a Igualdade, organizado e promovido pelas ONG’s streetfootballworld e Redeh (Rede de Desenvolvimento Humano), tem como madrinha a brasileira Marta, a maior jogadora de futebol de todos os tempos, escolhida cinco vezes consecutivas como a melhor do mundo.

Marta, que também atua como embaixadora da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, ressalta a importância dessa iniciativa, no resgate da história das mulheres no futebol, para que todos conheçam a trajetória de lutas e desafios que elas enfrentam no cotidiano do esporte no Brasil.

O Museu da República  localize-se à Rua do Catete, 153, e funciona diariamente, das 10h às 17h, para conhecer as exposições na parte interna do museu); das 9h às 18h para atividades educativas e acesso às quadras externas. As atividades de Futebol 3 são gratuitas, por ordem de chegada, das 9h às 18h, para crianças de seis a 18 anos. Visitas para grupos podem ser solicitadas pelo e-mail zorzanelli@streetfootballworld.org.

Texto: Divulgação Museu da República
Foto: Adriano Facuri/divulgação
Edição: Ascom/Ibram

Publicado em

2 comentários para “Eventos no Museu da República propõem novas perspectivas para o futebol

  1. Boa tarde, sou aluna de História e gostaria de saber se existem arquivos referentes ao evento que vocês realizaram em julho/2014, tratando de futebol, mais especificamente o futebol feminino.
    Grata,

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days