Evento na Câmara dos Deputados lança 5ª Primavera dos Museus

Primavera é a estação do ano ligada à renovação. Essa época de reflorescimento da flora e da fauna terrestres foi escolhida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), para realizar a Primavera dos Museus, que em 2011 chega à sua 5ª edição. O lançamento acontece nesta quarta-feira, dia 14, às 16h, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, em uma iniciativa da Bancada Feminina da Câmara dos Deputados.

Coordenada pelo Ibram, a Primavera de Museus tem como objetivo sensibilizar os museus e a comunidade para o debate sobre temas da atualidade. Os eventos serão realizados entre os dias 19 e 25 de setembro, em 310 cidades brasileiras, e, nesse período, serão oferecidas 1.779 atividades em 589 instituições museológicas.

A 5ª Primavera dos Museus terá como tema Mulheres, Museus e Memórias, abrindo espaço para a reflexão sobre como o gênero, a mulher e o feminino são pensados na contemporaneidade.

Uma ampla e diversificada programação movimentará a semana dedicada aos museus de todo País. Seminários, exposições, oficinas, espetáculos musicais, de teatro e de dança, mesas-redondas, visitas guiadas, gincanas, atividades recreativas e exibições de filmes são exemplos do que esses sete dias do mês de setembro reservam.

Mulheres, Museus e Memórias

A 5ª Primavera dos Museus, com seu tema Mulheres, Museus e Memórias, é um espaço de indagação sobre como o gênero, a mulher e o feminino estão sendo pensados na contemporaneidade. Com que memórias nossos museus individuais e coletivos estão sendo estruturados?

Em 2010, o Brasil elegeu sua primeira presidenta; no ano seguinte, a primeira mulher foi nomeada Ministra da Cultura, quase 80 anos depois da conquista do sufrágio feminino em 1932. A eleição da primeira mulher ao mais alto posto do Executivo Federal sintetiza os inúmeros avanços conquistados pelas mulheres no Brasil, como a ascensão no mercado de trabalho, os avanços na escolaridade e a gradativa (e ainda inicial) redistribuição das tarefas domésticas.

Na última década, especialmente, acontecimentos marcaram os avanços nas conquistas de direitos e desenvolvimentos das políticas públicas voltadas para as mulheres. Exemplo de relevo é a Lei Maria da Penha. Internacionalmente reconhecida, ela é marco do enfrentamento da violência contra a mulher.

No campo dos museus e da memória, as questões de gênero vêm alcançando destaque e inspirando grandes exposições, novos museus, além de novas vontades de memória.

 Mais informações:
Assessoria de Comunicação do Ibram/MinC
ascom@museus.gov.br
Soraia Costa – (61) 2024-4035 e (61) 9619-5445
Maria Valentina: (61) 2024-4034

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days