Estudantes de Museologia recebem resposta de carta enviada ao Ibram

O novo presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), Angelo Oswaldo, respondeu, na última semana, à carta de estudantes e entidades representantes dos cursos de graduação em Museologia brasileiros.

Na carta, os estudantes fazem um breve histórico do curso no país e indicam demandas: a necessidade de fomento no âmbito estatal e municipal ao setor museal, o maior engajamento do Ibram em relação as pesquisas de extensão dos graduandos, o acesso gratuito aos museus de todo o Brasil e a possibilidade de estágio nos museus do instituto.

Os estudantes também sugerem a continuidade da Política Nacional de Museus (PNM), fomento para projetos na área museal e uma urgente articulação entre o Ministério da Cultura (representado pelo Ibram) e o Ministério da Educação (MEC) para ampliar e integrar as políticas públicas com objetivos comuns.

Angelo Oswaldo, em sua resposta, concordou com as demandas que, segundo ele, vão ao encontro das diretrizes do MinC e do Ibram. “Na verdade, estamos falando a mesma linguagem e queremos mais”, afirmou. Ele disse ainda que espera a intensificação desse diálogo para criar novas parcerias e um trabalho mais participativo e transparente. Leia os documentos na íntegra.

Texto: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days