Entrega do Museu de Arte Sacra da Boa Morte marca festejos na cidade de Goiás

Foto: Iphan

Foto: Iphan

No sábado (25), dia em que foi celebrado o 228º aniversário da cidade de Goiás (GO) – município reconhecido em 2001 pela Unesco como Patrimônio Histórico e Cultural Mundial por sua arquitetura barroca peculiar e por suas tradições culturais seculares, os moradores e visitantes receberam a primeira etapa de obras de conservação do edifício do Museu de Arte Sacra da Boa Morte/Ibram.

Iniciados em novembro do ano passado, os trabalhos no local foram feitos em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), e envolveram R$ 500 mil em recursos advindos do Fundo Nacional de Cultura (FNC). Além da execução de ações emergenciais, para a drenagem e reforços estruturais, foram realizados serviços essenciais, como revisão das instalações elétricas, substituição de reboco, recuperação das esquadrias e repintura.

Nesta etapa, estão incluídas ainda a entrega de projetos de incêndio e pânico, alarme e diagnóstico dos bens integrados, programados para a segunda etapa da obra de restauração. A previsão de reabertura do museu é para outubro de 2015, mês em que se comemora o aniversário do museu.

O museu

Sediado na Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte, construída em 1779 com arquitetura religiosa e fachada com elementos característicos do barroco, o museu foi criado em 1968. Seu acervo é constituído de mais de 900 peças, entre objetos litúrgicos que incluem os altares da igreja, terços e coroas dos séculos 18 e 19, diversas imagens sacras do escultor goiano Veiga Valle, além de uma Nossa Senhora do Rosário de origem portuguesa, tombada pelo Iphan.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days