Encontro no Uruguai define diretrizes para museus ibero-americanos

Trabalhadores de museus e comunidades estão no centro da Declaração de Montevidéu, aprovada ao final do 6º Encontro Ibero-Americano de Museus. O evento, que aconteceu entre os últimos dias 22 e 24 na capital uruguaia, definiu diretrizes para o setor museal nos países latino-americanos de língua espanhola, portuguesa e península ibérica.

Declaração de Montevidéo foi resultado do encontro no Uruguai esta semana

Durante os três dias do encontro, que trouxe como tema Museu: território de conflitos? Olhares a 40 anos da Mesa Redonda de Santiago do Chile, representantes dos 22 países ibero-americanos apresentaram a situação atual dos museus em suas regiões e debateram suas experiências a partir das reflexões da Declaração da Mesa Redonda de Santiago do Chile de 1972.

Memória social
Reconhecendo o legado da mesa de Santiago, na qual a função social do museu adquiriu uma dimensão, a declaração aponta a necessidade de fortalecer o papel dos arquivos e bibliotecas dos museus como instrumentos fundamentais para a construção da memória social das comunidades.

O documento também estabelece como diretriz o fomento à interlocução dos museus com a sociedade e o estímulo a sua participação na tomada de decisões com o objetivo final da apropriação social do patrimônio, além do incentivo à implementação de sistemas de avaliação e ferramentas de pesquisa de público que ajudem a tomada de decisões no planejamento museal.

Outras diretrizes de destaque na Carta de Montevidéu são o fomento à educação, formação e capacitação crítica dos profissionais de museus e sua participação nas instâncias de discussão sobre as mudanças institucionais e processos de transformação; e a criação de políticas públicas contra a privatização do patrimônio cultural.

O 6º Encontro Iberoamericano de Museus foi promovido pelo Ibermuseus, programa de cooperação cultural que agrupa mais de 10 mil museus de 22 países ibero-americanos e é presidido por José do Nascimento Jr., presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), reeleito nessa ocasião para mais um mandato de três da Instituição. Leia o texto integral da Declaração de Montevidéu.

Última atualização: 29.10.2012

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Ministério da Educação e Cultura do Uruguai

 

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days