Einstein chega ao Museu Histórico Nacional

A exposição internacional Einstein estreia dia 7 abril, no Museu Histórico Nacional (MHN), e promete despertar o espírito questionador que existe em cada criança, jovem e adulto. Vista por mais de 2 milhões de pessoas no mundo, a mostra é fruto de uma parceria entre o Instituto Sangari e o American Museum of Natural History (AMNH), em Nova York.

A exibição desvenda o universo de um dos maiores gênios do século 20 por meio de 10 seções: Vida e tempo, Luz, Tempo, Átomos, Energia, Gravidade, Guerra e Paz, Cidadão Global, Legado e Einstein no Brasil. Com elas, o visitante conhece não somente o homem por trás da ciência como também se aproxima de suas complexas teorias. Tudo isso apresentado por meio de objetos pessoais, fotos, fac-símiles de cartas, manuscritos e uma série de instalações interativas.

Um cinema 3D, que leva o espectador a uma incrível viagem pelo espaço, e uma mesa high-tech, que abre buracos negros quando é tocada, estão entre os atrativos. Durante todo o período expositivo, haverá ainda um Encontro de Educadores e visitas guiadas que podem ser previamente agendadas.

O visitante terá acesso a trechos do diário pessoal de Einstein e registros de sua viagem ao Brasil. O cientista não somente visitou o Rio de Janeiro, em 1925, como teve no Brasil uma das maiores descobertas de todos os tempos: foi na cidade de Sobral-CE, em 1919, que um eclipse solar confirmou o que previa a Teoria da Relatividade Geral.

Para descobrir a percepção da figura de Einstein no imaginário brasileiro, o Instituto Sangari convidou 11 renomados artistas nacionais que o representaram utilizando diferentes técnicas como grafite, pintura a óleo, colagem, entre outras. A trilha sonora da mostra foi criada pelo saudoso maestro Silvio Barbato.

O Museu Histórico Nacional fica na Pça. Marechal Ancora, s/n°, Centro, Rio de Janeiro–RJ. Informações: (11) 3883-9090, exposicao@divertecultural.com.br, Site do Instituto Sagari, Site do Museu Histórico Nacional, ou no site do Einstein Brasil. Einstein chega ao Museu Histórico Nacional A exposição internacional Einstein estreia dia 7 abril, no Museu Histórico Nacional (MHN), e promete despertar o espírito questionador que existe em cada criança, jovem e adulto. Vista por mais de 2 milhões de pessoas no mundo, a mostra é fruto de uma parceria entre o Instituto Sangari e o American Museum of Natural History (AMNH), em Nova York.

A exibição desvenda o universo de um dos maiores gênios do século 20 por meio de 10 seções: Vida e tempo, Luz, Tempo, Átomos, Energia, Gravidade, Guerra e Paz, Cidadão Global, Legado e Einstein no Brasil. Com elas, o visitante conhece não somente o homem por trás da ciência como também se aproxima de suas complexas teorias. Tudo isso apresentado por meio de objetos pessoais, fotos, fac-símiles de cartas, manuscritos e uma série de instalações interativas.

Um cinema 3D, que leva o espectador a uma incrível viagem pelo espaço, e uma mesa high-tech, que abre buracos negros quando é tocada, estão entre os atrativos. Durante todo o período expositivo, haverá ainda um Encontro de Educadores e visitas guiadas que podem ser previamente agendadas.

O visitante terá acesso a trechos do diário pessoal de Einstein e registros de sua viagem ao Brasil. O cientista não somente visitou o Rio de Janeiro, em 1925, como teve no Brasil uma das maiores descobertas de todos os tempos: foi na cidade de Sobral-CE, em 1919, que um eclipse solar confirmou o que previa a Teoria da Relatividade Geral.

Para descobrir a percepção da figura de Einstein no imaginário brasileiro, o Instituto Sangari convidou 11 renomados artistas nacionais que o representaram utilizando diferentes técnicas como grafite, pintura a óleo, colagem, entre outras. A trilha sonora da mostra foi criada pelo saudoso maestro Silvio Barbato.

O Museu Histórico Nacional fica na Pça. Marechal Ancora, s/n°, Centro, Rio de Janeiro–RJ. Informações: (11) 3883-9090, exposicao@divertecultural.com.br, Site do Instituto Sagari, Site do Museu Histórico Nacional, ou no site do Einstein Brasil.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days

Einstein chega ao Museu Histórico Nacional

A exposição internacional Einstein estreia dia 7 abril, no Museu Histórico Nacional (MHN), e promete despertar o espírito questionador que existe em cada criança, jovem e adulto. Vista por mais de 2 milhões de pessoas no mundo, a mostra é fruto de uma parceria entre o Instituto Sangari e o American Museum of Natural History (AMNH), em Nova York.

A exibição desvenda o universo de um dos maiores gênios do século 20 por meio de 10 seções: Vida e tempo, Luz, Tempo, Átomos, Energia, Gravidade, Guerra e Paz, Cidadão Global, Legado e Einstein no Brasil. Com elas, o visitante conhece não somente o homem por trás da ciência como também se aproxima de suas complexas teorias. Tudo isso apresentado por meio de objetos pessoais, fotos, fac-símiles de cartas, manuscritos e uma série de instalações interativas.

Um cinema 3D, que leva o espectador a uma incrível viagem pelo espaço, e uma mesa high-tech, que abre buracos negros quando é tocada, estão entre os atrativos. Durante todo o período expositivo, haverá ainda um Encontro de Educadores e visitas guiadas que podem ser previamente agendadas.

O visitante terá acesso a trechos do diário pessoal de Einstein e registros de sua viagem ao Brasil. O cientista não somente visitou o Rio de Janeiro, em 1925, como teve no Brasil uma das maiores descobertas de todos os tempos: foi na cidade de Sobral-CE, em 1919, que um eclipse solar confirmou o que previa a Teoria da Relatividade Geral.

Para descobrir a percepção da figura de Einstein no imaginário brasileiro, o Instituto Sangari convidou 11 renomados artistas nacionais que o representaram utilizando diferentes técnicas como grafite, pintura a óleo, colagem, entre outras. A trilha sonora da mostra foi criada pelo saudoso maestro Silvio Barbato.

O Museu Histórico Nacional fica na Pça. Marechal Ancora, s/n°, Centro, Rio de Janeiro–RJ. Informações: (11) 3883-9090, exposicao@divertecultural.com.br, Site do Instituto Sagari, Site do Museu Histórico Nacional, ou no site do Einstein Brasil. Einstein chega ao Museu Histórico Nacional A exposição internacional Einstein estreia dia 7 abril, no Museu Histórico Nacional (MHN), e promete despertar o espírito questionador que existe em cada criança, jovem e adulto. Vista por mais de 2 milhões de pessoas no mundo, a mostra é fruto de uma parceria entre o Instituto Sangari e o American Museum of Natural History (AMNH), em Nova York.

A exibição desvenda o universo de um dos maiores gênios do século 20 por meio de 10 seções: Vida e tempo, Luz, Tempo, Átomos, Energia, Gravidade, Guerra e Paz, Cidadão Global, Legado e Einstein no Brasil. Com elas, o visitante conhece não somente o homem por trás da ciência como também se aproxima de suas complexas teorias. Tudo isso apresentado por meio de objetos pessoais, fotos, fac-símiles de cartas, manuscritos e uma série de instalações interativas.

Um cinema 3D, que leva o espectador a uma incrível viagem pelo espaço, e uma mesa high-tech, que abre buracos negros quando é tocada, estão entre os atrativos. Durante todo o período expositivo, haverá ainda um Encontro de Educadores e visitas guiadas que podem ser previamente agendadas.

O visitante terá acesso a trechos do diário pessoal de Einstein e registros de sua viagem ao Brasil. O cientista não somente visitou o Rio de Janeiro, em 1925, como teve no Brasil uma das maiores descobertas de todos os tempos: foi na cidade de Sobral-CE, em 1919, que um eclipse solar confirmou o que previa a Teoria da Relatividade Ger

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days