Documentário sobre Portinari é apresentado no Museu Nacional de Belas Artes

João Candido Portinari, na exibição de documentário sobre a vida de seu pai

Um documentário sobre a vida do artista plástico Cândido Portinari, que faz parte da série Os Grandes Brasileiros, foi exibido na noite desta quinta-feira (8),  no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram), no Rio de Janeiro (RJ).

O evento, para convidados, contou com a presença de João Cândido Portinari, filho do artista, além de autoridades, como o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), José do Nascimento Junior.

Intitulado Portinari do Brasil, o vídeo de 56 minutos de duração conta a história do artista nascido em 1903, na cidade de Brodowski, interior de São Paulo, juntamente com reproduções de suas obras.

O filme reconta fatos decisivos na vida de Portinari como o primeiro curso de pintura, o primeiro quadro, Retrato do Compositor, em que pintou Carlos Gomes para homenagear seu pai, a viagem para o Rio de Janeiro, a Escola Nacional de Belas Artes, a viagem para a Europa, a união com Maria, o nascimento do único filho João Candido.

Os amigos intelectuais como Carlos Drummond de Andrade, José Lins do Rego e Manuel Bandeira, além da tentativa de entrar para a vida política através do Partido Comunista e também a lenta morte por envenenamento provocado pelas próprias tintas que usava em suas telas.

Sobre suas pinturas destaque para sua maior criação, os painéis Guerra e Paz, que fica na sede da ONU, em Nova Iorque (EUA). O filme descreve todo o método de trabalho e execução da obra. Durante quatro anos Portinari realizou 180 estudos em murais e maquetes, pintando 14 painéis separados que acabaram sendo montados sem sua presença, já que havia sido impedido de entrar nos Estados Unidos por ser comunista.

Os Grandes Brasileiros
O filme sobre Portinari integra a série produzida pela FBL Criação e Produção. A direção-geral do documentário é assinada por Rozane Braga e tem direção de Sonia Garcia e roteiro de Maria Gessy.

A série Os Grandes Brasileiros já retratou nomes como Barbosa Lima Sobrinho, Tancredo Neves, o jornalista Sérgio Cabral, Ziraldo, Darcy Ribeiro, José Sarney e Roberto Marinho.

Texto: Marcos Agostinho, Ascom/MinC
Edição: Ascom/Ibram
Foto: MNBA/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days