Conferência Nacional de Cultura começa nesta quarta (27) em Brasília

Entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro, acontece em Brasília (DF), a III Conferência Nacional de Cultura (CNC), que mobilizará cerca de dois mil agentes culturais de todo o país em torno de propostas elencadas em 27 conferências estaduais e 35 conferências livres, realizadas este ano. A terceira edição tem como tema Uma política de estado para a cultura: desafios do Sistema Nacional de Cultura.

A abertura oficial está marcada para às 19h30 do dia 27 (quarta-feira), no Teatro Nacional Cláudio Santoro, e contará com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, e da ministra da Cultura, Marta Suplicy. Além da plenárias e grupos de trabalhos, uma série de eventos culturais celebrarão a diversidade da cultura brasileira. Confira a programação completa da III CNC.

Participação
Até o dia 26, véspera da abertura do evento, os interessados podem participar da Conferência Virtual, plataforma criada pelo Ministério da Cultura (MinC) onde estão disponíveis as 614 propostas sistematizadas que serão discutidas durante a III CNC.

As diretrizes estão organizadas em quatro eixos temáticos, que reúnem aspectos abrangentes das políticas públicas para o setor cultural, cobrindo a diversidade cultural brasileira. A ideia é que a Conferência Virtual sirva de termômetro das discussões que irão se dar nos Grupos de Trabalho e nas plenárias, com espaço para a participação também de cidadãos que não integram as delegações com direito a voto. Conheça e participe.

Presença dos museus
O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), por meio de seus servidores, está mobilizado para participar da III CNC. Os dez anos da Política Nacional de Museus, além da nova legislação que regulamenta o setor museal, serão objetos de discussão e reflexão junto aos participantes.

O presidente do instituto, Angelo Oswaldo, entende que a Conferência Nacional de Cultura será um espaço decisivo para avaliação da legislação existente, além de proporcionar discussões quanto às ações de consolidação dessas políticas públicas. “Teremos uma representação preparada para marcar presença dos museus na Plenária Nacional. Vamos falar sobre como vamos trabalhar nesta nova legislação e sobre o Plano Nacional Setorial de Museus. A conferência será um momento de reavaliação e acompanhamento das ações já implantadas”, enumera Angelo Oswaldo.

Saiba mais sobre a metodologia de trabalho da III CNC, assim como os destaques das conferências anteriores (2005 e 2010), e outras informações na página da Conferência Virtual. Durante o evento, haverá cobertura das atividades por meio de blogue e das redes sociais Twitter e Facebook do Plano Nacional de Cultura.

Texto: Ascom/Ibram
Fonte: Ascom III CNC

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days