Conexões Ibram: Acordo e Sistema de Museus na abertura em PE

Na manhã desta terça-feira (12), teve início o projeto Conexões Ibram em Pernambuco (PE). O evento segue até o dia 15 de junho na Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), na cidade do Recife.

Conexões Ibram acontece na Fundação Joaquim Nabuco - Derby até 15 de junho

Na abertura, o representante do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), Cícero Almeida (centro), e o presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Severino Pessoa (esq.), assinaram Acordo de Cooperação Técnica com o objetivo de integrar recursos e estimular o desenvolvimento de ações conjuntas no setor museal pernambucano.

“Não é fácil obter recursos para investir no patrimônio cultural – incluindo também o campo dos museus. Mas nosso objetivo é dar o destaque merecido para os nossos”, disse Severino Pessoa.

Para Cícero Almeida, a cooperação formalizada hoje “estabelece de fato uma relação direta com o estado”, pois um dos objetivos é “negociar e articular as políticas públicas desenvolvidas pelo Ibram com as particularidades locais, ampliando as relações e consolidando redes e sistemas de museus”.

Financiamento e sistema de museus
O deputado federal Pedro Eugênio (dir.) destacou que a bancada pernambucana na Câmara dedicou cerca de R$ 30 milhões em emendas parlamentares para museus da região metropolitana do Recife. “Deve haver uma mobilização forte para que museus recebam o incentivo merecido. Eles devem ser vistos como parte indispensável do processo educativo e formativo da sociedade”, acrescentou.

Uma emenda de autoria individual do deputado pede R$ 1 milhão para os museus locais, sendo R$ 500 mil para obras no Museu da Abolição (Ibram/MinC), no Recife.

O Sistema de Museus de Pernambuco foi apresentado por Célio Pontes, diretor de Gestão de Equipamentos Culturais da Fundarpe. A estruturação do sistema de museus do estado teve início em 2010. Após formação de grupos de trabalho com representantes das diversas esferas, em 2011, agora o documento está em fase final de trâmite jurídico. A expectativa é que se torne projeto de lei e siga para ser discutido em audiência pública como última etapa.

Também compuseram a mesa de abertura as museólogas Maria Fernanda Pinheiro, do Museu do Homem do Nordeste/Fundaj, e Regina Batista, vice-presidente do Fórum Estadual de Museus PE.

Saiba mais sobre o Conexões Ibram no blogue do projeto.

Texto: Ascom Ibram
Foto: Costa Neto/Secult-PE

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days