Coleção Museus do Ibram: quinto volume aborda o Museu do Ouro

casa-de-borba-gatoA Coleção Museus do Ibram, série que apresenta as instituições vinculadas ao Instituto Brasileiro de Museus, acaba de chegar a seu quinto volume. A recém-lançada edição aborda o Museu do Ouro, em Sabará (MG).

Criado em 1945 por decreto do então presidente Getúlio Vargas, sendo aberto ao público no ano seguinte, o Museu do Ouro está situado em edifício do séc. XVIII que abrigou originalmente a Casa da Real Intendência e Fundição do Ouro de Sabará – tombado como patrimônio nacional em 1950.

O acervo da instituição é composto por 879 itens que testemunham o auge da exploração aurífera na região, que deslocou o eixo político-econômico brasileiro e foi decisivo para a atual formatação do país, oferecendo subsídios para a compreensão de seu legado e influência.

O Museu do Ouro possui também arquivo histórico e biblioteca instalados em unidade anexa, a Casa Borba Gato, construção do séx. XVIII também tombada como patrimônio nacional.

A publicação, já disponível nas versões impressa e online (baixe aqui), traz informações sobre o histórico do museu, seu prédio e instalações, missão, acervo, exposição de longa duração, práticas educacionais e atendimento à pesquisa, além de olhares dos visitantes.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days