CNIC em abril aprova 25 projetos da área museal para captação de recursos

Entre os dias 9 e 11 de abril, a 208ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), que teve lugar em Brasília (DF), aprovou nove projetos para a área museal, analisados pelo Ibram, assim como 16 outros projetos analisados pelas demais instituições vinculadas do Ministério da Cultura (MinC).

No total, a área teve autorização para captar mais de R$ 23.640 milhões por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet). Dentre os projetos analisados pelo Ibram encontram-se planos anuais de manutenção para museus, inventários e digitalização de acervos – como no Museu do Estado de Pernambuco – assim como projetos de ampliação e criação de museu.

Já entre os projetos analisados por outras vinculadas destacam-se eventos como mostras, exposições e festivais, assim como a restauração de bens materiais. Os mais de 700 pareceres emitidos durante a 208ª Reunião da CNIC estão disponíveis para acesso, assim como o relatório final da reunião de abril.

Sobre a comissão
A CNIC é um órgão colegiado que tem, entre outras, função de subsidiar as decisões do MinC na aprovação dos projetos culturais submetidos para captação via renúncia fiscal da Lei Rouanet.

A comissão é composta por representantes de artistas, empresários, sociedade civil e do Estado. Ao todo, são 21 integrantes: sete titulares e 14 suplentes das áreas de Audiovisual, Humanidades, Artes Cênicas, Artes Visuais, Empresariado Nacional, Música e Patrimônio.

A próxima reunião acontece entre os dias 7 e 9 de maio, em Bento Gonçalves (RS), dando sequência ao formato itinerante da CNIC, onde as reuniões ordinárias ocorrem alternadamente em Brasília e em um estado de cada região brasileira. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram
Última atualização: 18.4.2013

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days