CNIC de julho autoriza mais de R$ 5 mi para projetos na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 234ª reunião, ocorrida em Brasília (DF),  entre os dias 07 e 09 de julho,  autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de R$ 5.279.707,00 para 9 projetos na área de museus. O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou três projetos, sendo dois deles com pedidos de readequação nos processos em execução, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram as outras 6 propostas.

O novo projeto analisado pelo Ibram prevê a aquisição de equipamentos de reserva técnica e material expográfico para o Museu Municipal Edward Coruripe Costa e aquisição de acervo literário para a Biblioteca Castro, em Votuporanga (SP).

Dentre exposições estão o projeto Manoel de Barros – O Encantador de Poemas, exposição a ser realizada no Museu da Língua Portuguesa e Brésil – Corps et Culture, exposição a ser realizada no The Olympic Museum / TOM (Museu Olímpico) em Lausanne Suíça, revelando a cultura do Brasil no ano dos Jogos Olímpicos de 2016.

Sobre a CNIC

Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público, a comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet. Saiba mais sobre a CNIC de julho na página do MinC.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days