Chile assume a Presidência do Conselho do Ibermuseus no triênio 2019-2021

Reuniao_Ibermuseus_Quito_2018A reunião da 14ª reunião ordinária do Conselho Intergovernamental do Ibermuseus, realizada nos dias 22 e 23 de novembro, em Quito, Equador, aprovou o nome do coordenador do Sistema Nacional de Museus do Chile, Alan Trampe, para a Presidência do Programa Ibermuseus no triênio 2019-2021.

Trampe assume o posto que atualmente ocupa Magdalena Zavala, Coordenadora Nacional de Belas Artes do México, que preside o Conselho desde 2016. O Chile é o terceiro país a assumir a presidência do Programa Ibermuseus, após o México (2016-2018) e o Brasil (2008-2015).

A vice-presidência do Programa será ocupada por Portugal, na representação de David Santos, Subdiretor Geral do Património Cultural do país europeu, quem demostrou seu interesse em colaborar com o Chile em benefício do Ibermuseus, e teve seu nome aprovado por unanimidade.

Apoio ao Ibram

Na reunião, o Conselho Intergovernamental do Ibermuseus manifestou preocupação com a MP 850 que tramita o parlamento brasileiro e reiterou o apoio ao Instituto Brasileiro de Museus na condução da Política Nacional de Museus.

Participaram Participam da reunião os representantes de 11 dos 12 países que compõem o Conselho – Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Peru, Portugal e Uruguai -, além de representantes da Secretaria Geral Ibero-americana (Segib), da Organização de Estados Ibero-americanos (OEI), da Agencia Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) e da Unidade Técnica do Programa.

Texto: Ascom Ibermuseus 
Edição: Ascom Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days