Aventura II – Ibram leva 300 crianças do interior gaúcho a museus de Porto Alegre

Cerca de 300 estudantes da rede pública dos municípios gaúchos de Canoas, Rio Grande, Alvorada e Missões tiveram a oportunidade de conhecer, na última semana, a importância do museu e da memória, através de atividades lúdicas e divertidas do Programa Aventuras da Memória – Nosso museu, minha História, do Instituto Brasileiro de Museus – Ibram, em parceria com a escritora Patrícia Secco. As atividades foram realizadas em instituições museológicas de Porto Alegre.
Os estudantes da Escola Normélio de Barcellos, de Alvorada, conheceram o Museu Militar do Comando Militar do Sul e tiveram contato interativo com tanques, canhões e armas usadas nos combates gaúchos.

Já o Museu de Ciência e Tecnologia da PUC, recebeu as crianças da Escola Estadual Prof.ª Margot Terezinha Noal Giacomaz, de Canoas, e do Centro de Atenção Integral à criança e adolescente – CAIC, de Rio Grande. No museu, as crianças interagiram com os objetos em exposição – corpos humanos com dispositivos que mostram partes internas dos membros, aparelhos de medição de equilíbrio, e ainda puderem conhecer uma jibóia viva no aquário.
A Aventura nos Museus também chegou ao sítio arqueológico das Ruínas de São Miguel, no Museu das Missões, projetado por Lúcio Costa. O local , cercado de lendas e ruínas, proporciou às crianças contato com a influência do barroco europeu em fusão com traços indígenas refletidos na coleção de imagens sacras missioneiras da região.

As atividades nos museus contaram com contação de história dos livros Aventuras da Memória e Museu Vivo, da Patricía Secco, visitas mediadas aos museus e uma oficina, em que foram distribuídos kits – com lápis de cor, lápis grafite, borracha e bloco de papel, para os alunos soltarem a imaginação e desenharem o que pensam sobre museu e a memória. Os melhores desenhos farão parte da publicação de um livro.

A ação, coordenada pelo Departamento de Difusão, Fomento e Economia dos Museus – DDFEM/Ibram, pretende promover e incentivar a visitação a museus mostrando às crianças que conhecer um espaço de memória está longe de representar uma visita a um local estático, responsável apenas por conservar relíquias. Mas que, assim como no filme Uma Noite no Museu, de Ben Stiller, o museu é um lugar de comunicação, e a visita pode ser um convite a grandes descobertas e desafios, onde objetos realmente ganham vida e se comunicam a partir do momento em que passamos a construir relação com eles.

O evento também recebeu apoio da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul – Sistema Estadual de Museus, do Comando Militar do Sul – Museu Militar do Comando Militar do Sul e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – Museu de Ciências e Tecnologia.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days