Alunos da comunidade do Morro do Borel visitam o MNBA

O Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, recebeu no último dia 30 a visita de um grupo de crianças com entre 9 e 10 anos do 4º ano do ensino fundamental.  Moradoras da comunidade do Borel, na Tijuca, e alunas do Centro Integrado de Educação Pública (CIEP) Dr. Antoine Magarinos Torres Filho, elas conheceram um museu pela primeira vez.

Para a historiadora e escritora Lili Rose, voluntária que promove atividades culturais nas escolas de comunidades pobres cariocas, a visita representou uma oportunidade fundamental para que as crianças pudessem experimentar, de modo consciente e direto, o contato com os bens históricos e artísticos.

“O acervo do MNBA é riquíssimo e eles ficam encantados com tudo que veem. Com isso, é desenvolvido neles um sentimento coletivo de auto-estima, vital para a tomada de posição da comunidade em relação a seu papel no presente e no futuro”, explica.

Responsável pela turma pelo terceiro ano consecutivo, a professora Elane Ronchini  resume o significado do primeiro encontro dos alunos com o museu: “Já passamos por momentos difíceis na comunidade, como quando tínhamos de ficar presos na escola para não sermos atingidos em trocas de tiros. Estar com eles aqui no MNBA é uma forma de comemorar uma nova e feliz realidade”.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days