Acervo em Rede

O programa
O Acervo em Rede tem o desafio de promover, por meio da internet, o acesso dos cidadãos aos bens culturais preservados nos museus de todo território nacional. Atualmente, no universo de mais de 3 mil museus brasileiros, apenas 10% das instituições possuem informações dos seus acervos em meio digital.

Diante desse panorama, o Projeto irá contribuir para a divulgação dos museus, a disseminação dos seus acervos e permitir que a população conheça a riqueza do nosso patrimônio cultural.

Ações em desenvolvimento
- Estudo e análise de normas e padrões nacionais e internacionais para a definição de metadados referente aos acervos museológico, arquivístico e bibliográfico que integram o Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados;
- Estudo de normas, padrões e protocolos internacionais para sistemas informatizados de gestão do patrimônio museológico.

Ações futuras
- Portal online para integrar os diversos museus de todo o território nacional e unificar o patrimônio museológico, a fim de permitir o intercâmbio de informações;
- Distribuição gratuita de sistema Informatizado de Gestão do Patrimônio Museológico;
- Estabelecimento de normas, padrões e procedimentos para a catalogação de tipologias dos acervos museológicos;
- Disponibilização de um instrumento digital de controle terminológico para estabelecer mecanismos de classificação e recuperação dos bens culturais.

15 comentários para “Acervo em Rede

  1. Prezados colegas do IBRAM,

    gostaria de saber se existe previsão para a disponibilização do Sistema Informatizado de Gestão do Patrimônio Museológico (previsto no Programa Acervo em Rede).

    Estamos considerando a possibilidade de produzirmos um sistema próprio, mas a utilização deste Sistema do IBRAM me parece a atitude mais adequada.

    Atenciosamente,

    Marcus Silveira
    Rede de Museus e Espaços de Ciência e Cultura da UFMG

  2. Bom dia
    Quero saber a respeito do resultado do concurso para a escolha do nome do Sistema de Catalogação e Gestão do Patrimônio Museológico, que estava previsto para o dia 8 de dezembro. Já foi escolhido?
    Desde já agradeço a atenção

  3. Gostaria de saber se vocês já estão disponibilizando o protótipo do sistema, para a realização de testes.
    Grato.

    • Caro Marcus, segundo a coordenação responsável, o Sistema Acervo será disponibilizado brevemente para os museus brasileiros. Obrigado!

    • Bom dia! Ainda não temos previsão, Jenifer. Tão logo tenhamos informação, será divulgada em nossos canais de comunicação: obrigado!

  4. Olá,
    gostaria de saber se o Sistema Informatizado de Gestão do Patrimônio Museológico já está sendo disponibilizado?

  5. Boa tarde
    Gostaria de ter mais informações sobre o sistema, já está disponivel? obrigada
    Cristina – Museu Histórico de Cambé

  6. Bom noite,
    Gostaria de saber se já existe previsão para o sistema ser disponibilizado.
    Att,
    Felipe Melo

    • O Ibram está desenvolvendo, em parceria com a Universidade Federal de Goiás, o sistema Tainacan Museus – Plataforma de inventário, gestão e difusão do patrimônio museológico brasileiro, que será disponibilizada gratuitamente às instituições museológicas.

      A plataforma possibilitará aos seus usuários a realização do inventário de coleções museológicas conforme as normas do Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados. Do mesmo modo, a solução permitirá a gestão de coleções, a publicação de conteúdos nas redes sociais e o aumento da interconexão com outras instituições de memória.

      O Tainacan Museus está atualmente em fase de reestruturação com previsão de sua disponibilização para o primeiro semestre de 2017.

  7. Boa tarde,
    Por favor, gostaria de saber se já está disponível o Sistema Informatizado de Gestão do Patrimônio Museológico?
    Att,
    Jeane

    • O Ibram está desenvolvendo, em parceria com a Universidade Federal de Goiás, o sistema Tainacan Museus – Plataforma de inventário, gestão e difusão do patrimônio museológico brasileiro, que será disponibilizada gratuitamente às instituições museológicas.

      A plataforma possibilitará aos seus usuários a realização do inventário de coleções museológicas conforme as normas do Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados. Do mesmo modo, a solução permitirá a gestão de coleções, a publicação de conteúdos nas redes sociais e o aumento da interconexão com outras instituições de memória.

      O Tainacan Museus está atualmente em fase de reestruturação com previsão de sua disponibilização para o primeiro semestre de 2017.

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days